Acompanhe a ABEFI

Receba novidades por e-mail

Depoimentos

Stefany Lohana Damascena Jardim, 6 anos

Stefany Lohana Damascena Jardim, 6 anos aluna da turma F5, da EMEI Vila das Flores

Aqui na escola estou aprendendo a ler e escrever. O que é muito bom, porque quando eu crescer quero ser dentista. Este era o sonho da minha tia e agora é o meu também.

Ariany Soares dos Santos, 4 anos

Ariany Soares dos Santos, 4 anos aluna na EMEI Leonel de Moura Brizola

Aprendo muito na escola. Estamos trabalhando sobre o corpo humano. Um dia também quero ser professora. Gosto muito da minha professora, que me trata com carinho.

S. D. do N. S., 11 anos

S. D. do N. S., 11 anos acolhida pelo Lar Padilha.

O que eu mais gosto no Lar Padilha são os meus amigos e os educadores. Adoro brincar, jogar bola e pular corda. Quando crescer, quero ser fotógrafa e ter uma vida melhor quando voltar para casa.

Raí de Lima Pinto, 17 anos,

Raí de Lima Pinto, 17 anos, participa das oficinas da unidade há 10 anos

Antes de vir para a Ação Encontro eu tinha problemas com meu comportamento e tirava notas ruins. Aqui na unidade aprendi diversas oficinas entre elas capoeira, hip hop e street dance, das quais gostei muito. O trabalho feito pela entidade me motivou a aprender muito e conhecer novos desafios. É uma troca de conhecimentos. Os educadores são como pais e mães para mim. Quando iniciei a fazer as oficinas aprimorei minhas qualidades e melhorei minhas dificuldades.

J. R. O., 17 anos,

J. R. O., 17 anos, acolhido pela Casa de Acolhimento Lar do Menino.

Na minha opinião a Casa de Acolhimento Lar do Menino é importante na medida que auxilia nós adolescentes na entrada ao mercado de trabalho, com inserção em cursos profissionalizantes. Mas acima de tudo é importante pelo suporte oferecido aos meninos na forma de alimentos, higiene, acompanhamento com o psicólogo e o pedagogo.

As amigas inseparáveis -  S. M., 5 anos e L. S., 7 anos

As amigas inseparáveis - S. M., 5 anos e L. S., 7 anos Acolhidas

Nós gostamos muito de andar de balanço, bici e brincar de pega pega. As tias aqui do centro são muito legais, pois cuidam e brincam muito com a gente

Carine Martinez Soares, 27 anos, com sua filha Lais

Carine Martinez Soares, 27 anos, com sua filha Lais professora do berçário

Tenho uma grande caminhada de Abefi. Iniciei meu trabalho na escola com um estágio de auxiliar de professora e depois me formei. Há 6 anos trabalho como professora e gosto muito desta escola que é tranquila, aconchegante e de boa qualidade de ensino. Minha filha Lais, de 2 anos, tem a oportunidade de estudar aqui e, ao mesmo tempo, consigo acompanhar de perto o trabalho realizado como professora e mãe. Criei um vínculo com a Abefi. Tenho orgulho de ter feito parte das mudanças, do crescimento e da evolução do trabalho.

G. V. M., 11 anos

G. V. M., 11 anos acolhido pela Casa de Acolhimento Anjo da Guarda

Gosto de jogar futebol, uno e outros jogos com meus amigos na casa. Eu faço capoeira toda semana. Eu adoro desenhar.