Acompanhe a ABEFI

Receba novidades por e-mail

Notícias

16/08/2018

Lar Padilha é contemplado no Criança Esperança

Apresentadora global Glória Maria esteve na instituição anunciando a novidade

Lar Padilha é contemplado no Criança Esperança

Uma grande emoção tomou conta de educadores, funcionários e acolhidos do Lar Padilha, na semana passada (9). O anúncio de que a entidade assistencial foi contemplada no Criança Esperança foi dada pela jornalista, repórter e apresentadora da Rede Globo de Televisão, Glória Maria, em visita às duas unidades da entidade: o Centro de Defesa Lar Padilha, que fica no centro de Taquara, e, atende crianças de zero a 10 anos de idade – no mesmo endereço também está a República que acolhe adolescentes de 18 a 21 anos, que estão estudando e/ou trabalhando, e o Lar Padilha, no interior do Município, que acolhe crianças e adolescentes entre 10 e 17 anos.

Glória chegou pouco depois das 14 horas, no Centro de Defesa, em carro não identificado para não causar alvoroço. Uma meia hora antes, a equipe de filmagem já fazia algumas tomadas na unidade. O que sabia-se, até então, era que uma reportagem seria feita, pela Rede Globo, para o Dia das Crianças. Quando a apresentadora chegou, a surpresa foi tamanha. Glória cumprimentou os educadores e funcionários, sendo recebida pelo diretor do Lar Padilha, Fernandes Vieira dos Santos. Assim que chegou, visitou a República conversando com os jovens. Depois foi até as instalações do berçário conhecer o dia a dia da casa de acolhimento, entrevistando educadores e funcionários recebendo os abraços e carinhos aconchegantes das crianças.

A visita no Centro de Defesa foi rápida, pois a surpresa maior estava reservada para o Lar Padilha. Durante a ida até Padilha, Glória comentou sobre as belas paisagens do interior taquarense, falou sobre as filhas Laura e Maria e a intensa rotina diária, e quis saber mais detalhes sobre o lar e os acolhimentos das crianças na entidade. A equipe de filmagem chegou primeiro, e organizou o acesso da jornalista durante uma apresentação de dança dos adolescentes que estavam de costas à entrada. A emoção, principalmente dos educadores, foi explícita. Todos ficaram surpreendidos e não acreditavam que Glória Maria estava no Lar Padilha, pois além de estarem diante de uma celebridade, sabiam que algo muito positivo vinha para a instituição.

Durante a tarde, entrevistas com educadores, técnicos, acolhidos foram sendo feitas, gravações nas dependências das três casas, na biblioteca, no salão de beleza, na sala de informática, finalizando com um encontrão no refeitório, momento em que Glória Maria e o diretor Fernandes anunciaram que o Lar Padilha havia sido contemplado para o Criança Esperança, sendo uma das entidades do país a receber recursos ao projeto inscrito, ainda em outubro, de 2017, que leva o tema “Transformando vidas, protagonizando o futuro: adolescentes e jovens construindo projetos de vida após o acolhimento institucional”.

Projeto investirá na formação pessoal e profissional de 60 jovens e adolescentes acolhidos pelo Lar Padilha

O Lar Padilha é referência no acolhimento de adolescentes para aproximadamente 15 municípios das regiões dos Vales do Sinos, Caí, Paranhama e Serra. Uma das constantes preocupações da equipe é encaminhar os jovens ao mercado de trabalho, a prepararem-se para a vida autônoma. Dessa realidade, constata-se no projeto, que sem geração de renda dificilmente altera-se o ciclo de vulnerabilidade social que estão inseridos, sendo um desafio ao lar pensar formas de enfrentar essa demanda social incidindo na mudança desse quadro, propondo novos projetos de vida. Esta é a razão principal do projeto conquistado no Criança Esperança.

Segundo o diretor da entidade, Fernandes Vieira dos Santos, a inscrição na Campanha Nacional de Mobilização Social foi feita em outubro de 2017, com o projeto “Transformando vidas, protagonizando o futuro: adolescentes e jovens construindo projetos de vida após o acolhimento institucional”. Através do Criança Esperança, o Lar Padilha, será financiado com recursos destinados à formação de adolescentes e jovens. A quantia em valores ainda não está acertada, assim que for revisto todo o projeto será feito um grande lançamento para tornar público os seus detalhes.

“Não só pra mim, mas para o lar, é uma coroação de 40 anos, quanta gente trabalhou, quanta gente já fez pelo lar. Sonhamos com vários projetos, tanta coisa que já se quis fazer para melhorar a vida dos jovens, encaminhá-los ao mercado de trabalho, oferecer uma oportunidade de vida. Este projeto é uma conquista de todos, pois escolhemos trabalhar com os jovens, a maior parte dos abrigos não está mais fazendo esta escolha. Somos merecedores”, comemora Fernandes, lembrando o aniversário de 40 anos do Lar Padilha.

O projeto objetiva oportunizar o aprendizado profissional, preparo pessoal para a inserção no mundo do trabalho e para a vida adulta para 40 adolescentes, a partir de 14 anos, em acolhimento institucional, e, para 20 jovens, a partir de 18 anos, após o desacolhimento institucional. As ações foram planejadas visando o preparo dos adolescentes e jovens para a vida após o acolhimento institucional já que não podem contar com apoio familiar para os desafios dessa etapa de vida.

Propõem oficinas de capacitação pessoal, preparo para o mercado de trabalho, oportunidade de desenvolvimento de projetos empreendedores, contato com diferentes profissões, elaboração de projetos de vida e momentos de socialização de conhecimento e experiências, além da viabilidade da moradia de jovens em Casa República e da sua inserção no mercado de trabalho.

O projeto terá um coordenador, três educadores técnicos, um coordenador administrativo, contador, assistente social e psicólogo. Para a realização do projeto o Lar Padilha buscará parcerias de entidades que já apoiam a instituição assistencial como o Cimol – Escola Técnica Estadual Monteiro Lobato, Fundação Luterana de Diaconia – FLD, Fundação Semear, IECLB – Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, Léo Clube de Taquara, Lions Club de Taquara, ONG Vida Breve, Rotary Clube de Taquara, SINE, SENAC, CIEE, Faculdades Integradas de Taquara – Faccat e Prefeitura Municipal de Taquara.

O Criança Esperança é uma campanha nacional de mobilização social que busca a conscientização em prol dos direitos da criança e do adolescente, promovida pela Globo, inicialmente em parceria com a UNICEF, e, atualmente com a UNESCO. O projeto é uma das mais bem-sucedidas marcas relacionadas a programas sociais dirigidos às crianças carentes em todo o mundo. Anualmente, são realizados os shows que incentivam as doações feitas pelos telespectadores e por várias instituições.

Texto: Jornalista Magda Rabie - Mtb 13619
Assessoria de Imprensa
Prefeitura Municipal de Taquara

Passe adiante
esta notícia
>